• Destinos Multi – Férias de Inverno – Cunha

    Cunha

    Continua a série de Destinos Multi de inverno ! Depois de mostrarmos as atrações de Monte Verde (MG) e Visconde de Mauá (RJ), agora é a vez da pequena e encantadora Cunha, encarapitada no alto da Serra do Mar, perto de divisa entre os estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. Com pouco mais de 22 mil habitantes, Cunha é famosa pela cerâmica, e conferir o trabalho dos ceramistas é um dos programas imperdíveis. Outro dado curioso: a cidadezinha possui a maior frota de Fuscas no Brasil!

    Vista dos lavandários de CunhaFoto: Prefeitura Municipal de Cunha/Divulgação – Fonte

    Como uma boa estância climática, Cunha também encanta pelo ar puro e o friozinho gostoso no inverno, graças à altitude média de 950 m em relação ao nível do mar. A boa rede de pousadas, tanto no charmoso centrinho quanto espalhadas pelas montanhas nos arredores, gastronomia de primeira e trilhas, mirantes e paisagens de tirar o fôlego, além de cachoeiras de água puríssima completam a lista de atrações. O acesso é pela Via Dutra, na saída 65, em Guaratinguetá, seguindo pela bela e sinuosa estrada SP-171, que já foi parte da Estrada Real, e vai até Paraty, no litoral fluminense. Vamos conhecer melhor Cunha?

    Onde ficar

    Imagem de rede em uma sacada com vista para as montanhas.Foto: Prefeitura Municipal de Cunha/Divulgação – Fonte

    Quem quer curtir um clima de fazenda pode ficar no Hotel Fazenda São Francisco, com 25 alqueires de floresta preservada repleta de animais silvestres. Você pode cavalgar, pescar e até ordenhar vacas. Mas a área também tem trilhas e uma cachoeira. Casais que buscam um clima mais charmoso vão curtir a Pousada Barra do Bié. O casal de proprietários capricha no atendimento e nas refeições (o café da manhã caprichado vai até as 14h), os quartos têm camas king size com lençóis térmicos e lareira e a propriedade tem trilhas na beira do rio e piscina.  Já a Pousada Candeias investe na sustentabilidade, com a recuperação e preservação de uma nascente da região, sem deixar de lado o conforto. Os quartos têm lareira e TV LCD.

    Onde comer

    O simpático centrinho de Cunha tem várias boas opções para comer uma comida caseira caprichada. Em julho, durante o Festival de Inverno, a gastronomia tem destaque, com café colonial e menus especiais, e em agosto acontece o Festival do Cordeiro, com a saborosa carne servida de várias formas. Confira um guia bem completo de restaurantes de Cunha:

    O que fazer

    Foto de cachoeira

    Foto: Prefeitura Municipal de Cunha/Divulgação – Fonte

    Até o fim de julho está rolando o Festival de Inverno Acordes da Serra, com shows de blues, jazz, rock e ritmos regionais. Confira a programação. Os ateliês de cerâmica são atração obrigatória, é fascinante ver as mãos habilidosas dos ceramistas moldando uma infinidade de objetos, e é difícil resistir a levar uma peça para casa. Confira os endereços dos principais ateliês. E com a natureza exuberante da Mata Atlântica preservada pelos Parques Estaduais da Serra do Mar e da Bocaina atrai os apaixonados por aventura. O trekking da Calçada do Ouro, a subida da Pedra da Macela e as trilhas e cachoeiras do núcleo Cunha.

     

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.